Xaréus sob a chuva de Outubros. . . poético né? Melhor que Xaréus I Like

Xareus quem não gosta?

Sabadão e eu na dúvida : golf, rugby ou mergulho? Postei no Facebook, um povo gostou mas ninguém opinou, tão pouco surgiram voluntarios. Começou a cair um temporal e dai foi fácil decidir. Pelo menos em baixo dàgua não chove.

Pela tarde a água fui,  aqui na frente de casa mesmo. Mergulhinho simples um peixe-leão maldito  e na volta um cardume de xaréus também conhecidos pelos nomes populares de araximbora, carapau (?), garacimbora, guaracema, guaraçuma, guaraiúba, guarajuba, guarambá, guaricema, xaréu-olhão e xerelete. (Caranx latus ou em inglês:  Horseeye Jack). O xaréu esta na minha lista de peixes preferidos (desda primeira vez que os vi na proa da Corveta V17 rodeando um mero em 2000), e já fazia tempo que não via aqui um cardume tão grande. Bem tranquilos porém curiosos talvez pelo meu porte (predator desengonçado)  ou pelas minhas bolhas,  eles deram uma boa volta e chegaram bem perto de mim. Isso me fez lembrar um mergulho no Pontal do Norte em Fernando de Noronha. Como diz o nome esse ponto de mergulho fica ao Norte do Arquipélago, na Ilha Rata. É um mergulho profundo multi-nivel com uma corrente constante de moderada a forte. Atinge-se a profundidade de 40-44 metros com a ilha como parede a nossa esquerda numa mistura de drift+wall muito interessante. Muita vida e muitos peixes e cardumes residindo por lá  e de passagem. Num desses dias eu estava guiando o mergulho com um grupo de mergulhadores avançados que já estavam bem entrosados comigo (por sinal eles ate foram no meu aniversario no Aquário). Eles eram de Curitiba e tinham feito curso na minha antiga escola a Pata com o meu amigo Edson, então a afinidade foi imediata. Voltando ao mergulho : avistei uns 3 a 4 xaréus e notei que um deles tinha uma linha de pesca bem longa. Algum pescador não conseguiu ganhar uma briga e o pobre peixe ficou com dezenas de metros de nylon arrastando. Não foi difícil agarrar a linha e devagar trazer ele para perto. Não queria machucar-lo mas também estamos a 30 e poucos metros de profundidade: tinha que ser rápido e eficaz. Ele estava mais perto agarrei ele pela base da cauda. Nessa area eles tem os ossos bem destacados que podem até cortar (antes que algum(a) engraçadinho(a) me corrija eu disse OSSO sim; os xaréus são teleósteos = peixes de esqueleto ósseo com cauda homocerca ). Apertei com firmeza por que ele – claro – tentava se desvencilhar o que podia cortar minha mão. O Daniel se aproximou e tentou soltar o anzol da boca do pobre xaréu. Não sei se o peixe desistiu ou entendeu que estávamos lhe ajudando e parou de me mexer.  O anzol estava muito cravado. Não tínhamos muito tempo a perder e nem queríamos machuca-lo mais nem deixa-lo naquele estado. Com a mão direita livre alcancei minha Z-Knife e o Daniel cortou a linha bem na base com o anzol deixando o xareu com um “piercing”. Terminamos o mergulho orgulhosos do nosso feito “heróico”. Foi o assunto da semana. O rasgo na palma da mão durou mais tempo mais valeu a pena. Por ironia o Daniel faz caça sub no Paraná, mas aposto que daquele dia ele passou a encarar os xaréus com outros reverentes olhos.

Se liga na profundidade!

Foto by Zaira Matheus - Daniel Sanchez Albúm - Copyright Protect

Anúncios
Esse post foi publicado em dive, Noronha, Uncategorized e marcado , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Xaréus sob a chuva de Outubros. . . poético né? Melhor que Xaréus I Like

  1. Cacau Folador-Rocha disse:

    Adorei a história do coitado do xaréu! Pesca esportiva definitivamente não é “esportiva” pro peixe…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s