E de ladinho que eu vouu . . .

Ok 2 de Outubro. Esta começando o meu mês preferido (e o mais odioso talvez). Pensei em assinar para 1-Post-A-Day mais acabei falhando ontem devido a tantas coisas que fiz. Igual vamos ver se pelo menos cumpro a meta de 1-Post-A-Week. Ontem estava de folga e aproveitei para levar os cilindros para recarregar.  Quando estava para encher o pony que ganhei dum camarada que foi embora da ilha, o cara de estação de recarga me perguntou qual a pressão de trabalho. Respondi: Sei la bota 3000 é de aço mesmo! O cara me olhou nada satisfeito com a resposta: Eu sei que é de aço! Vou raspar para ver! – Raspado o pony descobrimos que a pressão máxima era 2300 psi (quase la) me sobrou fazer uma cara de otário-surpreso e engolir minha ignorância. Depois montei um rig no pony bottle e fui fazer um mergulho a la side-mount. Antes que os geeks, scubanerds e DIRs-da-vida me condenem por heresia favor entender que assim como o side-mount nasceu do improviso e muitos mercenalhadores o elevaram a sublime perfeição ( paradigma: já que nada que se planeja relacionado a mergulho resulta no esperado) eu prefiro me enquadrar naquele grupo de side-mount “made in home” e autodidatas. Segundo cravo na minha cruz, mas venhamos e convenhamos – bom senso claro – a maioria das coisas que hoje compramos nas lojas saiu da garagem de alguém! Ou você acha que Costeau “inventou” o regulador comprando na escola da CMAS ? Não né! Ele roubou dum otário menos famoso que ele.

Até o grande Steve Bogaerts começou sua linha de equipamentos no bom estilo fundo de quintal (Calma Diego nada a ver com pagode). Até se você visitar o site dele ele te ensina a fazer em casa a sua carretilha com marcação de distancia e tudo. Seguindo a sugestão de Steve e do meu amigo Saraiva comprei uma camelbag de 10 litros para usar como Buoyancy Compensator. Usei com meu back-plate. Explicado que não usei um equipamento standard (que caretas) e nem tenho carteirinha do mesmo (mercenários!) a minhas impressões foram:

ótimo poder fazer algo mais que snorkel ou apnéia! Porém tenho que configurar melhor o pony e meu backplate. Falta um d-ring do lado direito. O camelbak não e tão difícil de usar porem não e tão eficiente para desinflar por exemplo. Revisando a pagina do Steve Bogaerts notei que agora ele vende um BD mais estilo Armadillo e já largou o camelbak de lado. Vamos ver se na próxima vez tiro uma fotos para documentar o progresso.  Meu amigo Saraiva é o expert em side-mount quero ver se ele escreve algo menos ironico e faz um jaba pro curso dele.

Lingo:

Pony = Ponybottle quando um mergulhador não controla o próprio ar e esta disposto a carregar extra peso existe um cilindro pequeno (menor que stage tank) que ele pode usar como fonte de ar alternativa e excesso de bagagem quando ele viaja. E não, não é aquele cavalinho que as crianças tanto gostam. Se isso realmente passou pela sua cabeça você DEFINITIVAMENTE esta no blog errado.

Buoyancy  = Flutuabilidade. Nada que ver com a cantora que muitos homens gostam, não tanto pela musica claro. E se foi isso que passou pela sua cabeça você esta no blog certo.

CMAS = Qmenos. A certificadora de mergulho que seu avô não fez.

Otário-surpreso = a mesma cara que você faz quando você vira a casa de cabeça para baixo e mobiliza toda familia para descobrir que e celular estava no seu bolso.

Anúncios
Esse post foi publicado em dive, Grand Cayman, Nao Categorizado, Uncategorized e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s